sexta-feira, 3 de julho de 2009

Socorro

cleo1Se eu cair da névoa

onde danço

nem minha alma

virá em meu socorro.

Talvez os braços sejam frágeis demais,

talvez a vontade seja só silêncio,

talvez o tempo não exista na esperança,

talvez o infinito seja só um eco acolhendo o meu grito.

Dissonante

como o meu desejo.

De tempos em tempos

a vida me transforma em poeira.

Beijos!

Abraços!

Um esplêndido renascer a cada dia.

Tentem ser felizes sempre.

23 comentários:

Nanda Assis disse...

lindo poema querida amiga.

bjosss...

Cadinho RoCo disse...

O tempo da esperança é outro.
Agradeço pela força na divulfgação da Banda Tattoo
Cadinho RoCo

Olavo disse...

Lindo poema..
Talvez estejamos com os braços fraco
mesmo..
Otimo final de semana
Beijos

Ailurophile disse...

Beautiful words. I really like your blog. Especially the header image with the cute birdies and the kitty :)

Carla disse...

beijo de feli para ti também
para dizer que já há post nos "Desalinhos" do lançamento do livro "In-Finitos Sentires"
beijo

LOURO disse...

Olá querida amiga Cléo.

Lindo texto/poético...
Tenta ser feliz também!!!

bom fim de semana.
Bbeijinhos de carinho e amizade,

Lourenço

Tetê disse...

Cleo,

que graça de poema!

melhor ainda as boas vibrações que nos remete!


Tudo de bom, Querida!! BjUUU

tita coelho disse...

Cléo,
os panfletos de Cadinho chegaram...Adoramos menina, são muito bons :)
Linda poesia essa que tu escreveu! Bem sempre gosto do que tu escreve.
Beijos menina

Janeth disse...

Hola Cleo, muy lindo post, el acecho del lado oscuro siempre nos malogra la perpectiva, no dejarse caer es la consigna, ver siempre el lado positivo de las cosas y reirnos como niños, a veces es la manera de romper esa nube oscura
Besitos y feliz fin de semana para ti tambien
Janeth

Sonia Schmorantz disse...

Sempre haverá uma nuvem fofinha que irá recolher uma alma cansada que se queda, acredite...
beijos e lindo final de semana

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

“O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.
E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.
E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.”

(Fernando Pessoa)

Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho.
Abraços


VISITE TAMBÉM O MEU NOVO BLOGGER UMA ILHA PARA AMAR

Magnun disse...

BOM DIA, CLÉO,COMO É BOM VISITAR SEU BLOG,LINDAS POESIAS,TENHO CERTEZA QUE NO PASSO DA SUA DANÇA,VOCÊ NÃO CAIRIA NUNCA,POIS PENSO QUE A NÉVOA NÃO SERIA TÃO INDELICADA,E PODE TER CERTEZA,SEUS BRAÇOS PODEM SER FRÁGEIS,MAS SEU CORAÇÃO É MAIOR.
MAGNUN,SEMEANDO A LUZ,A FORÇA,ALÉM DAS PALAVRAS.

Chá das Cinco disse...

Olá!
Estou de volta e obrigada pela força.
A cirurgia rendeu uma história...
Agora " viva' rs poderei curtir o teu Blog.
Um beijo minha linda

Helinha disse...

Amiga!

É verdade...

De vez em quando, nos transformamos em poeira...

Mas, por este milagre que é a vida, todo dia é um recomeço... e nos reerquemos, mudamos, transformamos, renascemos... evoluímos!

Amo vir aqui, ler seus textos me faz bem!

Beijo bem grande e um domingo iluminado!!

Cadinho RoCo disse...

Já de volta e sugerindo leitura do texto INSS publicado hoje no Cadinho(5/7).
Cadinho RoCo

paula barros disse...

Ainda bem que sabemos que a vida é feita de fases, e que tudo passa.

felicidades para você.

Pelos caminhos da vida. disse...

Que essa semana seja repleta de gdes realizações e muita paz.

beijooo.

Cadinho RoCo disse...

Voltei porque volto sempre.
Cadinho RoCo

Ana Maria disse...

Amiga, belas palavras que recebemos como presente no seu blog, temos que agradecer pelo seu carinho.
Beijinhos, amiga querida!

Sandra disse...

Oi amiga.
Passei para lhe desejar um tudo de bom para vc.
Andei passando uns dias tumultuados sem o pc. mas agora, estamos ai.
Com carinho
Sandra

Hod disse...

Aloha..Cleo...Tua poesia encanta e salienta os contornos da emoção.
Comecei a passear lentamente por essas trilha... Somos conterrâneos então...Estou na Demétrio Ribeiro à 4 ou 5 quadras da orla do rio e próximo ao Gasômetro..os panoramas são incríveis... Obrigado pela nova visita ao Olhar de Carpe Diem..http://carpediem-hod.blogspot.com/

Abraços!! Namaste!
Aloha!!
Hod.

Oliver Pickwick disse...

Transforma a todos nós. E o que somos, senão pó de estrelas que temporariamente se solidificam, retornam ao pó, se solidificam outra vez, e assim sucessivamente.
Desculpe pela ausência, querida amiga, mas o meu tempo anda muito escasso.
Um beijo!

Daniel Savio disse...

A vida pode até te transforma em poeira, mas não quer dizer que você continue poeira (ou tenha motivo para continuar)...

Fique com Deus, menina Cleo.
Um abraço.

Quem sou eu

Minha foto
Um pássaro que não quer ser aprisionado...Assim é minha alma...Que pousa onde encontra alento e amor...Mas que precisa estar livre para voar se assim desejar...Sou fiel aos meus sentimentos e não aceito que me prove...Quando amo sinto a intensidade do amor percorrer cada célula de meu corpo...Minha alma que de tão transparente é lúcida...Sou menina...Sou mulher...Quero tão pouco dessa vida... Quero fogueira para dançar...Quero a lua e as estrelas compartilhando minha dança...Quero a brisa da madrugada me envolvendo...E quando os primeiros raios de sol nascer...ainda quero presa entre meus dedos uma taça de vinho seco...Lanço a sorte a todos e como recompensa recebo-a de volta...Assim é minha alma cigana...

Presente da Helô Blog Sintonias do Amor

presente da Helô

O que é imperfeito, será perfeito. O que é curvo será reto. O que é vazio será cheio. Onde há falta haverá abundância. Onde há plenitude haverá vacuidade. Quando algo se dissolve, algo nasce. (Tao Te King:22)

Assine meu guestbook ficarei feliz!

Aprenda

Aprenda a ver a grandeza de seu próximo
e verá também sua própria grandeza.
KHALIL GIBRAN