sábado, 5 de abril de 2008

Infinito Particular

Eis o melhor e o pior de mim
O meu termômetro, o meu quilate
vem, cara, me retrate
Não é impossível
Eu não sou difícil de ler
Faça sua parte
Eu sou daqui, eu não sou de Marte.
Vem, cara, me repara
Não vê, tá na cara, sou porta-bandeira de mim.
Só não se perca ao entrar
no meu infinito particular.
Em alguns instantes
sou pequenina e também gigante.
Vem, cara, se declara.
O mundo é portátil
prá quem não tem nada a esconder.
Olha minha cara
É só mistério, não tem segredo.
Vem cá, não tenha medo.
A água é potável.
Daqui você pode beber.
Só não se perca ao entrar
no meu infinito particular.
(Marisa Monte, Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown)

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Um pássaro que não quer ser aprisionado...Assim é minha alma...Que pousa onde encontra alento e amor...Mas que precisa estar livre para voar se assim desejar...Sou fiel aos meus sentimentos e não aceito que me prove...Quando amo sinto a intensidade do amor percorrer cada célula de meu corpo...Minha alma que de tão transparente é lúcida...Sou menina...Sou mulher...Quero tão pouco dessa vida... Quero fogueira para dançar...Quero a lua e as estrelas compartilhando minha dança...Quero a brisa da madrugada me envolvendo...E quando os primeiros raios de sol nascer...ainda quero presa entre meus dedos uma taça de vinho seco...Lanço a sorte a todos e como recompensa recebo-a de volta...Assim é minha alma cigana...

Presente da Helô Blog Sintonias do Amor

presente da Helô

O que é imperfeito, será perfeito. O que é curvo será reto. O que é vazio será cheio. Onde há falta haverá abundância. Onde há plenitude haverá vacuidade. Quando algo se dissolve, algo nasce. (Tao Te King:22)

Assine meu guestbook ficarei feliz!

Aprenda

Aprenda a ver a grandeza de seu próximo
e verá também sua própria grandeza.
KHALIL GIBRAN