terça-feira, 29 de abril de 2008

Portos diferentes...






Muita coisa mudou depois que nós nos deixamos ficar em portos diferentes, cada um ocupado com suas próprias amarras, com suas buscas, com seus encontros e desencontros.
Havia muitos caminhos percorridos, muitas coisas que construímos juntos, mas ainda havia um mundo a ser desbravado no silêncio de cada um.
E fomos ficando.
Porque era importante ficar.
Era importante aprender a entender as estrêlas que nos frequentavam, a ouvir os poemas que brotavam de cada um de nós.
Os portos que nos recolheram foram nos absorvendo e nós nos perdemos no espaço, embora ligados sempre pelas mesmas saudades.
E foi de saudade a noite de ontem, quando o teu barco me recolheu no tempo para uma visita ao presente.
Ainda com aquele mesmo espírito, a mesma essência, você.
É ainda o nosso barco, embora nós já não sejamos os mesmos, e somamos ausências neste mar que você inventou.

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Um pássaro que não quer ser aprisionado...Assim é minha alma...Que pousa onde encontra alento e amor...Mas que precisa estar livre para voar se assim desejar...Sou fiel aos meus sentimentos e não aceito que me prove...Quando amo sinto a intensidade do amor percorrer cada célula de meu corpo...Minha alma que de tão transparente é lúcida...Sou menina...Sou mulher...Quero tão pouco dessa vida... Quero fogueira para dançar...Quero a lua e as estrelas compartilhando minha dança...Quero a brisa da madrugada me envolvendo...E quando os primeiros raios de sol nascer...ainda quero presa entre meus dedos uma taça de vinho seco...Lanço a sorte a todos e como recompensa recebo-a de volta...Assim é minha alma cigana...

Presente da Helô Blog Sintonias do Amor

presente da Helô

O que é imperfeito, será perfeito. O que é curvo será reto. O que é vazio será cheio. Onde há falta haverá abundância. Onde há plenitude haverá vacuidade. Quando algo se dissolve, algo nasce. (Tao Te King:22)

Assine meu guestbook ficarei feliz!

Aprenda

Aprenda a ver a grandeza de seu próximo
e verá também sua própria grandeza.
KHALIL GIBRAN